Social Icons

sábado, maio 29, 2010

Também de pão viverá o homem

Uma foto tirada por um jornalista inglês, no início de 1990, ilustra grotescamente uma inominável parábola da indignidade da fome. Um mirrado garotinho africano sentado, só pele e ossos, cabeça grande, barriga dilatada, olhos inchados, abandonado, esperando a morte. Ao seu lado, cerca de três metros, um enorme abutre aguarda pacientemente a sua próxima “comida”. O jornalista registra, mas tem de fugir por causa da guerra e da fome. Tempos depois, deprimido, ele se suicidou. Essa foi a sua forma de esquecer que a fome é algo indigno, uma afronta, um pecado de injustiça.
A Declaração Universal dos Direitos Humanos diz: “Todos têm direito à vida... e têm direito a um padrão de vida capaz de assegurar-lhe bem-estar, inclusive alimentação”. Na maioria dos países, a Constituição assegura como princípio humanista basilar “a dignidade da pessoa humana”. Principalmente a de países pobres, como o Brasil, nos Direitos Sociais, procura afirmar o direito a uma renda mínima que atenda, inclusive, à sua necessidade de alimentação. Isso passa obviamente pelo direito de ter um prato de comida. Mas quase ninguém liga.
Há 15 anos, por ocasião da Cúpula Mundial da Alimentação, líderes de 186 países propuseram uma primeira meta, ao mesmo tempo ambiciosa e modesta: reduzir o número de pessoas que sofrem de desnutrição de 800 milhões para 400 milhões, até 2015.
Porém, para atingir tal alvo, seria necessário que esse número recuasse 22 milhões por ano. Mas a diminuição não passou de 6 milhões por ano. Hoje, há cerca de 1 bilhão de pessoas que continuam a ir dormir de estômago vazio; milhares de crianças morrem, a cada dia, devido a consequências diretas ou indiretas da fome ou da subalimentação crônica.
Quando Jesus afirmou: “Não só de pão viverá o homem”, isso queria dizer, igualmente, que “também de pão viverá o homem”. Embora haja desigualdades sociais gritantes quanto ao básico para a sustentação da vida, em contrapartida, todos devem ter a dignidade de um prato de comida para suprir a própria necessidade de alimentar-se.
A Bíblia deixa bem claro em diversas passagens que Deus criou a terra com todos os requisitos para dotar o ser humano de farta alimentação e amplas condições de vida. Mas quem se importa?
Então, se há unanimidade em todas essas normas e orientações, por que há tanta discrepância social e, portanto, tanta fome? Destaco entre as muitas, duas razões: primeiro, porque “todos são iguais perante a lei, mas desiguais diante do juiz”. Segundo, porque a fome, como a morte, se tornou algo muito banal e poucos ligam. Por isso alguns continuam comendo muito e outros morrem de fome. E a vida continua.
Alguns quase não comem, pois já comeram muito e, agora, por estarem gordos demais, precisam fazer dieta; outros não comem por pura vaidade. Ainda outros, porque de fato nada têm para comer, não comem, ou quase. Alguns são preguiçosos, não querem trabalhar, e lhes serve o ditado: “Se alguém não quer trabalhar, também não coma” (2 Ts 3.10).
Outros tentam culpar a Deus pela fome no mundo. Mas não lembram que são gastos bilhões com armas, mas, proporcionalmente,  muito pouco com ajuda humanitária. Não lembram que o desperdício de comida, jogada no nosso “lixo-rico”, é uma afronta velada aos que, nos aterros sanitários, os catam para sobreviver. Não recordam que, por causa da guerra de preços, m muitos países, pobres e ricos, muito alimento é sistematicamente jogado fora.
No início deste século, a revista Time, em extensa reportagem, apontou: “Enquanto contemplamos os quilos extras que todos nós ganhamos nas nossas festas: 1,1 bilhão da população mundial está obesa (aproximadamente o mesmo número de subnutridos); 51% dos britânicos são obesos; na Rússia, 54%; nos EUA, 61%; no Brasil, 36%. E 95% dos americanos fazem dieta para perder peso, mas fracassam; e 400 mil recorreram à lipoaspiração em 1998”.
Quando vemos os famintos do continente africano, os nordestinos vítimas da seca, os ribeirinhos, os favelados de todos os lugares, enfim, e a maioria assiste impassível, acostumada, e apenas poucos se movimentam para ajudar, talvez se aplique a essa maioria impassível o veredicto de Jesus: “Tive fome e não me deste de comer” (Mt 25.42).
À medida que os “sensíveis” notarem que “também de pão viverá o homem” e se importarem com os que sofrem, se habilitarão a ouvir de Jesus: “Sempre que o fizestes a um destes meus pequeninos irmãos, a mim o fizestes”.



"Escutem a rádio ADBelém e acompanhem todo os procedimentos para o centenário da Assembléia de Deus, acompanhe os culto do templo central ao vivo de Segunda, Quarta e Sexta apartir das 19:00. adcione em seu msn: web@adbelem.org.br "

Fonte: ADBelém, Oliberal


Pr. Samuel Camara - Assembléia de Deus Bélem/PA (Igreja Mâe)



Quer comentar essa postagem: Clique aqui  
__________________________________________________
Assembléia de Deus - Templo Alferes Costa / Distrito: Pedreira 2
Tv. Alferes Costa, n° 1631 / Belém-Pará- Brasil
Telefone: (91) 3233-4651 (Somente em horário de Culto)
E-mail / msn: prronaldoalmeida@hotmail.com

quarta-feira, maio 26, 2010

Obra Missionária no Estado do Pará no Município de Vigia

OBRA MISSIONÁRIA NO ESTADO DO PARÁ NO MUNICÍPIO DE VIGIA
O Pastor da localidade é o Epaminondas.

O município de Vigia é um dos mais antigos do Pará. Os primeiros moradores foram os índios Tupinambás, que ergueram no local a aldeia Uruitá. Nessa antiga aldeia, o governo colonial construiu um posto fiscal para proteger, fiscalizar e vigiar as embarcações que abasteciam Belém, evitando o contrabando. Foi a prática de vigiar do posto que deu origem ao nome do município.
Pastores: Elias Rocha (Tatuteua) e Ronaldo Almeida (Alferes Costa), Diácono Reinaldo, Pastores: Begot (Júlio Cesar) e Arnaldo (Lomas 2)

Alguns autores acreditam que Vigia seja a mais antiga de todas as cidades da Amazônia, tendo sido fundada por Francisco Caldeira Castelo Branco durante sua expedição de conquista do Grão-Pará, em 06 de janeiro de 1616, seis dias antes da fundação de Belém.

O Pastor Ribamar Martins antes de ser nomeado nosso co-pastor hoje, ele foi consagrado evangelista no munícipio de Vigia no Estado Pará.
Equipe IEAD - Templo Alferes Costa.
Pastores Ribamar, Epaminodas e Ronaldo na Apresentação para igreja.
Pastor Elias Rocha e Diácono Sergio Dias fazendo os primeiros retoques.
Apresentação dos Evangelistas e Presbiteros da localidade.
Pastor Ronaldo Almeida, Ministrando a Palavra de Deus.

Apresentação dos Pastores


Igreja cheia junto com nossa circulo de oração

Pastor Arnaldo Freire (Distrito: Lomas 2)
Um dos Grandes exemplos de humildade e sinceridade quando esteve dirigindo nossa igreja.

A Alegria do povo de Deus em ter feito mais uma obra missionária.
Momentos únicos.

Apresentação do Cd da Irmã Ruth Almeida

Diácono Paulo Santos
Lembranças felizes de pessoas que fizeram história em nossa igreja.

Irmã Socorro Tavares e Sua Jacira Tavares





Quer comentar essa postagem: Clique aqui  
__________________________________________________
Assembléia de Deus - Templo Alferes Costa / Distrito: Pedreira 2
Tv. Alferes Costa, n° 1631 / Belém-Pará- Brasil
Telefone: (91) 3233-4651 (Somente em horário de Culto)
E-mail / msn: prronaldoalmeida@hotmail.com

domingo, maio 23, 2010

O efeito da Justiça é a Paz



O efeito da Justiça é a Paz

Eu sempre me admiro com o fato do grande poder com o qual são investidos os juízes. E que grande responsabilidade isso encerra! O fato de os tribunais estarem abarrotados de processos mostra, antes de qualquer outra coisa, a confiança do povo em seus juízes e tribunais. Uma sociedade sem tribunais e juízes seria um regime de exceção e barbárie, uma completa derrota!

Lembro-me de que, no último dia 13, quinta-feira, estive participando da solenidade de posse de dois novos Desembargadores na sede do Tribunal de Justiça do Estado do Pará, quando a Dra. Gleide Pereira de Moura e o Dr. José Maria Teixeira do Rosário foram investidos da autoridade de Desembargadores. Ambos são tidos como exemplo de determinação e compromisso com suas funções.

Não os conhecendo bem, a respeito deles ouvi adjetivos como: diligentes, humildes, capazes, dedicados, atenciosos, fiéis aos princípios cristãos de justiça e equidade. Por isso são tão respeitados entre os que compõem o tripé da Justiça: Magistratura, Advogados e Ministério Público.

Louvei a Deus por nos ter dado homens e mulheres dispostos a “pagar o preço” de serem honestos e justos, mesmo quando essa é uma “moeda” de troca em desuso na sociedade.

Tive a felicidade de saldar ex-Desembargadores, os quais ajudaram a moldar a história da nossa gente. Quantas de suas sentenças foram os vetores de justiça que trouxeram no seu bojo a paz social que hoje desfrutamos! Como diz a Bíblia: “O efeito da justiça será paz, e o fruto da justiça, repouso e segurança, para sempre” (Is 32.17).

Como a vida é feita de encontros e desencontros, naquela ocasião fui surpreendido por Desembargadores que mencionaram a mim o falecimento da destacada funcionaria do Tribunal, nossa irmã em Cristo, Pérola Pacífico (“Perdemos uma Pérola” – disse um). Disseram terem ido ao seu velório no templo central da Assembleia de Deus, onde ela era membro ativa e onde sirvo como pastor.

Mas voltemos à grande responsabilidade de ser um juiz. O grande legislador Moisés, que lançou os fundamentos da nação israelita, teve seus dias de juiz. Ele passava longas horas julgando as causas do povo, desde cedo de manhã até tarde da noite. Vendo isso, Jetro, seu sogro, lembrou-lhe que isso poderia matá-lo e cansaria o povo; e deu-lhe uma grande lição de como partilhar sua liderança com outros homens capazes:

Representa o povo perante Deus... Procura dentre o povo homens capazes, tementes a Deus, homens de verdade, que aborreçam a avareza; põe-nos sobre eles por chefes de mil, chefes de cem, chefes de cinqüenta e chefes de dez; para que julguem este povo em todo tempo” (Ex 18.13-24).

Salomão, rei de Israel, conhecido pela sua sabedoria, tão logo assumiu o reino enfrentou uma situação que exigia grande capacidade de julgamento. Trouxeram-lhe a causa de duas mulheres que lutavam pela guarda de uma criança. Como não houve acordo, mandou que partissem a criança ao meio e dessem uma parte para cada uma delas. Uma das mulheres (a verdadeira mãe) suplicou que o menino não fosse partido, mas dado à outra. Esta, ao contrário, exigia a partilha.

Então Salomão vaticinou: “Dai à primeira o menino vivo; não o mateis, porque esta é sua mãe”. Quando se ouviu a sentença que o rei havia proferido, “todos tiveram um profundo respeito ao rei, porque viram que havia nele a sabedoria de Deus, para fazer justiça” (1 Rs 3.16-28).

O que há de comum nesses exemplos é que a tarefa de julgar é sagrada, pois, em última instância, é um “sacerdócio” que visa a decidir o futuro e a vida das pessoas. Julgar é de uma responsabilidade tal que ultrapassa as convenções sociais, até ao limite do princípio da autoridade, que emana do próprio Deus. Em suma, ao julgar, todo juiz faz o papel de “Deus”.

A própria Bíblia exorta todos à reflexão, numa mensagem direta aos que exercem a nobre missão de julgar:

"Não farás injustiça no juízo, nem favorecendo o pobre, nem comprazendo ao grande; com justiça julgarás o teu próximo" (Lv 19.15).

Não torcerás a justiça, não farás acepção de pessoas, nem tomarás suborno; porquanto o suborno cega os olhos dos sábios e subverte a causa dos justos" (Dt 16.19).

A justiça exalta as nações” (Pv 14.34).

Oro para que o Senhor abençoe a todos os magistrados, a todos os dedicados servidores do Poder Judiciário, dando-lhes sabedoria e graça, para que a nossa sociedade tenha paz e segurança... para sempre!

Parabéns ao Tribunal de Justiça do Pará pela bela solenidade de posse dos novos Desembargadores!





"Escutem a rádio ADBelém e acompanhem todo os procedimentos para o centenário da Assembléia de Deus, acompanhe os culto do templo central ao vivo de Segunda, Quarta e Sexta apartir das 19:00. adcione em seu msn: web@adbelem.org.br "

Fonte: ADBelém, Oliberal, AD-Alferes Costa


Pr. Samuel Camara - Assembléia de Deus Bélem/PA (Igreja Mâe)


Quer comentar essa postagem: Clique aqui  
__________________________________________________
Assembléia de Deus - Templo Alferes Costa / Distrito: Pedreira 2
Tv. Alferes Costa, n° 1631 / Belém-Pará- Brasil
Telefone: (91) 3233-4651 (Somente em horário de Culto)
E-mail / msn: prronaldoalmeida@hotmail.com




quinta-feira, maio 20, 2010

Vila do Cravo (Concórdia do Pará) Estamos chegando de novo!

Vila do Cravo (Concórdia do Pará) Estamos chegando de novo!



No segundo final de semana de Junho, estamos visitando a Igreja Assembléia de Deus, na Cidade de Vila do Cravo em Concordia do Pará, para mais um trabalho missionário que nossa igreja desenvolve com esse povo humilde e carente mais cheio de esperança e da graça de Deus.


Esse momento é único e especial, desde já o Templo da Alferes Costa agradece a todos os que deixaram seus lares, seus conforto para fazer a obra de Deus em um lugar escolhido por Deus para que sua obra fosse feita com muito amor.

E também que o convite esta feito para a próxima visita, aproveite, só tem poucas vagas.











Quer comentar essa postagem: Clique aqui  
__________________________________________________
Assembléia de Deus - Templo Alferes Costa / Distrito: Pedreira 2
Tv. Alferes Costa, n° 1631 / Belém-Pará- Brasil
Telefone: (91) 3233-4651 (Somente em horário de Culto)
E-mail / msn: prronaldoalmeida@hotmail.com

segunda-feira, maio 17, 2010

Homenagem do Elevado Daniel Berg


Homenagem do Elevado Daniel Berg


“Elevado Daniel Berg” é o nome do novo equipamento viário no cruzamento das Avenidas Julio Cesar e Pedro Álvares Cabral, a ser entregue à população no próximo domingo, às 9h, em seu ato inaugural. É uma justa homenagem a um servo de Deus que deu o melhor de seus dias para servir a essa cidade nas primeiras décadas do século passado.

Agradecemos à Câmara Municipal de Belém pela aprovação do Diploma Legal que homenageou Daniel Berg em nominar o “Elevado” com o seu antropônimo. Agradecemos a iniciativa do vereador Iran Moraes em propor tal comenda. Agradecemos ao Prefeito de Belém Duciomar Costa, que sancionou a Lei; assim como a Governadora do Pará Ana Julia Carepa, que acedeu gentilmente. Agradecemos a toda a população de Belém por tal preito de admiração a esse gigante da fé pentecostal.

A gratidão de Belém à obra consumada por Daniel Berg em suas plagas, expressa nessa atitude solene, é uma virtude elogiável, muito mais quando a própria História oferece sobejos testemunhos dos desprendimentos desse homem de Deus em servir ao nosso povo.

Mas quem era Daniel Berg? O que o faz merecer tamanha honra?

DANIEL BERG nasceu em 19 de abril de 1884, na Suécia, na pequena cidade de Vargön (Ilha do Lobo). Quando contava 15 anos de idade, converteu-se a Cristo e foi batizado nas águas. Aos 18 anos, embarcou com destino aos Estados Unidos, em razão da grande depressão financeira que até então dominava a Suécia, a fim de tentar obter os meios de sobrevivência.

Após sete anos nos Estados Unidos, voltou para a Suécia a fim de rever seus familiares. Logo chegou ao seu conhecimento que um amigo seu recebera o batismo no Espírito Santo, algo novo para ele. Procurando certificar-se dessa “nova” doutrina, Daniel Berg começou a estudar a Bíblia e buscou a Deus, no intuito de receber também “a promessa”. Sua oração foi respondida! Com o impacto da bênção, revestido do Poder do Alto, dedicou-se unicamente à causa do Senhor.

Mais tarde, Daniel Berg concluiu seus estudos teológicos no Instituto Bíblico, pois desejava ser um missionário. Nesse meio tempo, conheceu Gunnar Vingren e ambos passaram a buscar a Deus sobre os novos passos a serem dados. Assim, em 1910, através de uma profecia, Deus enviou Daniel Berg e Gunnar Vingren como missionários ao Pará.

Chegando a Belém no dia 19 de novembro de 1910, no navio Clement, os dois amigos encontraram muitas dificuldades, principalmente financeiras. Por esse motivo, Daniel Berg começou a trabalhar como fundidor especializado, investindo o que ganhava para dar suporte à obra: pagava a um professor de Língua Portuguesa para Gunnar Vingren, que o ensinava à noite; e também passou a adquirir literatura evangélica nos Estados Unidos para distribuição no serviço de evangelização que empreendeu.

Mais tarde, abandonou o trabalho de fundidor e passou a dedicar-se integralmente à obra do Senhor, ajudando milhares pessoas a receberem ajuda social, assim como cura divina e salvação. Tornou-se colportor, quando ia de casa em casa oferecendo Bíblias, numa época em que a Bíblia era lida unicamente nas missas, e em Latim. Desse modo, ele encheu Belém com a Palavra de Deus.
Seu vocabulário em Português era escasso, mas o Espírito Santo punha as palavras certas em sua boca, e ele gostava sempre de dizer: “Jesus Cristo salva, cura os enfermos e batiza com o Espírito Santo”.

Daniel Berg casou-se com Sarah Berg e tiveram dois filhos: David e Deborah. Além de incansável cooperador na Assembleia de Deus em Belém, como apóstolo e evangelista, fundou várias igrejas em toda a extensão da Estrada de Ferro Belém-Bragança, que muitas vezes percorreu a pé. Abriu também trabalhos em Vitória (ES), Santos e São Paulo (SP), e cooperou ainda com a Igreja no Rio de Janeiro. Seu último campo ministerial foi na Igreja em Santo André (SP).

Quando esteve de volta ao Brasil, por ocasião dos cinquenta anos da Assembleia de Deus (Jubileu de Ouro), o Senhor deu-lhe o privilégio de ver “os frutos do penoso trabalho de sua alma”. Ele, humildemente, creditou toda a honra e glória a Jesus Cristo.

Se Daniel Berg ainda estivesse entre nós e lhe fosse conferida tal honra de ter um Elevado com o seu nome, certamente diria humildemente: “Elevado seja o nome precioso do Senhor e Salvador Jesus Cristo. A Ele pertence a honra e a glória!”.



"Escutem a rádio ADBelém e acompanhem todo os procedimentos para o centenário da Assembléia de Deus, acompanhe os culto do templo central ao vivo de Segunda, Quarta e Sexta apartir das 19:00. adcione em seu msn: web@adbelem.org.br "

Fonte: ADBelém, Oliberal


Pr. Samuel Camara - Assembléia de Deus Bélem/PA (Igreja Mâe)



Quer comentar essa postagem: Clique aqui  
__________________________________________________
Assembléia de Deus - Templo Alferes Costa / Distrito: Pedreira 2
Tv. Alferes Costa, n° 1631 / Belém-Pará- Brasil
Telefone: (91) 3233-4651 (Somente em horário de Culto)
E-mail / msn: prronaldoalmeida@hotmail.com

Ensinando a Comentar nas postagem

Primeiro digite seu comentário na caixa de texto abaixo de "Postar um comentário" e expanda o menu "Selecionar perfil..." como abaixo :



Aqui é a parte onde alguns se confundem e perdem tempo:








 
 
Após expandir o menu, escolha a opção mais cabível a você.



Bom, como o objetivo não é complicar, mas sim facilitar, selecione "Nome/URL".


Em nome você sabe o que colocar, mas e em URL?


Em URL digita seu site da web, se você tiver. Se você não tiver deixe em branco ou ponha um e-mail seu se desejar que eu entre em contato - mas tome cuidado, pois seu e-mail ficará visível para todos!


Clique em "Continuar" e pronto! Se tudo ocorreu bem, dentro de segundos seu comentário vai aparecer lá.





__________________________________________________
Assembléia de Deus - Templo Alferes Costa / Distrito: Pedreira 2
Tv. Alferes Costa, n° 1631 / Belém-Pará- Brasil
Telefone: (91) 3233-4651 (Somente em horário de Culto)
E-mail / msn: prronaldoalmeida@hotmail.com

sábado, maio 15, 2010

Momento Especial para as Mães

Aconteceu  no domingo passado nos dia das mães um movimento muito lindo em nossa igreja, foi apresentado uma peça na direção da coordenadora dos Adolescente Eloisa Barbosa, premiação para as mães e sorteios.

O Elenco de Ouro em nossa igreja!
Nicélia Brito, Débora Monteiro, Rosana Nazaré

"Porventura pode uma mulher esquecer-se tanto de seu filho que cria, que não se compadeça dele, do filho do seu ventre? Mas ainda que esta se esquecesse dele, contudo eu não me esquecerei de ti." Isaías 49:15



Pamela Barbosa, Anne Silva e Ariel Monteiro


"Trazendo à memória a fé não fingida que em ti há, a qual habitou primeiro em tua avó Lóide, e em tua mãe Eunice, e estou certo de que também habita em ti." 2 Timóteo 1:5



Ariel, Débora e Asafer Monteiro

Então, o SENHOR Deus fez cair um sono pesado sobre Adão, e este adormeceu; e tomou uma das suas costelas e cerrou a carne em seu lugar. E da costela que o SENHOR Deus tomou do homem formou uma mulher; e trouxe-a a Adão. E disse Adão: Esta é agora osso dos meus ossos e carne da minha carne; esta será chamada varoa, porquanto do varão foi tomada. Gênesis 2:21-23

Nilberto Macedo e Asafer Monteiro

A casa e a fazenda são a herança dos pais; mas do SENHOR vem a mulher prudente. Provérbios 19:14
Cenografia
André, Nena, Alberto e Abiezer Monteiro

A tua mulher será como a videira frutífera aos lados da tua casa; os teus filhos, como plantas de oliveira, à roda da tua mesa. Salmos 128:3
Iluminação, Som e Imagem
Abiezer Monteiro, Paulo Pina e Rondinelle Nazaré


Mãe é Tudo

Como você encontrar a energia, a mãe
Para fazer todas as coisas que você fez
Para ser professor, enfermeiro e conselheiro
Para mim, quando eu era um miúdo.
Como você fez isso tudo, mamãe,
Seja um motorista, cozinheiro e amigo,
No entanto, encontrar tempo para ser um companheiro,
Eu apenas não posso compreender.
Isso fez com que você vem quando eu chamo,
Seu amor inesgotável, mãe
E eu te agradeço por tudo.


Joanna Fuchs Por Fuchs Joanna

A Igreja agradece esse dia maravolhoso, você é nosso convidado especial para esse domingo, venha e traga sua família, procure um de nossos obreiros e será muito bem encaminhada ao local do culto.



___________________________________________________
Assembléia de Deus - Templo Alferes Costa / Distrito: Pedreira 2
Tv. Alferes Costa, n° 1631 / Belém-Pará- Brasil
Telefone: (91) 3233-4651 (Somente em horário de Culto)
E-mail / msn: prronaldoalmeida@hotmail.com





quinta-feira, maio 13, 2010

NOTA DE FALECIMENTO



A Assembléia de Deus, congregação Pedreira 2 do Templo Alferes Costa compartilha juntamente com a familia Pires a perda da querida irmão em Cristo Julia Freire Barbosa, no dia 13/05/2010 nessa Quinta Feira, às 06:30 da manhã, mãe de nossa amada irmã Julinha Pires e sogra do nosso amado diácono Osvaldo Pires.

Nossa irmã se congregava na Assembléia de Deus da Cidade Nova, onde a mesma morava.
Hoje esta nos braços do Senhor. Desejamos a família os nossos mais sinceros sentimentos.


Jesus Cristo diz: "Aquele que acredita no Filho tem a vida eterna" (João 3, 36a)


Rondinelle Nazaré
Master



________________________________________________________
Assembléia de Deus - Templo Alferes Costa / Distrito: Pedreira 2
Tv. Alferes Costa, n° 1631 / Belém-Pará- Brasil
Telefone: (91) 3233-4651 (Em horário de Culto)
- E-mail: prronaldoalmeida@hotmail.com









terça-feira, maio 11, 2010

Selo postal em comemoração ao Centenário da Assembléia de Deus já está pronto!

O layout do Selo postal em comemoração ao Centenário da Assembléia de Deus já está pronto!
O projeto de criação do Selo do Centenário, que é mais uma das etapas que visam à comemoração do centenário da Assembleia de Deus em Belém, e que está sob a coordenação da CONSTATER e do Pr. Walmir Gomes, já foi encaminhado à supervisão dos Correios em Belém do Pará para sua aprovação, e muito em breve estará em circulação por todo o país. Aguardem!
A assembléia de Deus em Belém do Pará e no Brasil, em 11 de junho de 2011 celebrará o centenário de sua existência, momento este de suma importância para o movimento petencostal, cujas raízes se estenderam por todo o solo brasileiro, pois, a história nos mostra que a árdua caminhada valeu à pena!

Comemorar o centenário da Assembléia de Deus tem grandes motivações para a Igreja e toda sociedade paraense. Os seus fundadores viveram intensamente o propósito de divulgar o Evangelho e conquistar novos convertidos. Daniel Berg e Gunnar Vingren foram resignados por Deus para esta obra, e tinham como base para sua evangelização o lema “Jesus Cristo salva, batiza com o Espírito Santo e cura os enfermos.” Afirmação, que ainda hoje, pode ser sentida e vivida. Deus continua a abençoar a sua obra, e na grande celebração do centenário não vai ser diferente, o agir de Deus será tremendo!


A festa o centenário será um grande evento petencostal jamais visto na cidade de Belém do Pará, o povo de Deus chamará a atenção da cidade para uma das celebrações mais representativas da região, quando toda população poderá participar de grandes manifestações vivenciando o poder de Deus!

Estamos esperando por vocês irmãos! Porque juntos faremos toda a diferença nesta caminhada rumo ao centenário! Participe!



Clique na imagem e acesse o site do centenário da Assembléia de Deus, verifique mais informações, sobre a história, notícias, programações o grande desafio e como ajudar!






 
__________________________________________________
Assembléia de Deus - Templo Alferes Costa / Distrito: Pedreira 2
Tv. Alferes Costa, n° 1631 / Belém-Pará- Brasil
Telefone: (91) 3233-4651 (Somente em horário de Culto)
E-mail / msn: prronaldoalmeida@hotmail.com



 

Sample text

Sample Text

Semana Santa 2010.